Transforme
seu imposto
em cultura

Se você faz declaração completa de seu I.R. poderá transformar até 6% do seu imposto devido em cinema! O benefício fiscal serve tanto para quem tem imposto a pagar ou a receber.

Caso não faça a declaração completa, você também pode apoiar!

Aumenta o som e sente o clima de nossa última edição do festival!

O Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba iniciou suas atividades como um festival de cinema independente. Desde 2012 o festival já levou mais de 120 mil pessoas para as salas de cinema e exibiu mais de 800 filmes de todo o mundo.

O que estou ajudando?

  • Pequenos Olhares - Levar ao cinema mais de 1000 crianças e adolescentes da rede pública de ensino para viver a magia de assistir um filme na telona e conversar com cineastas;

  • Democratização do Acesso e Diversidade - Ingressos para 600 pessoas de baixa renda e idosos em situação de vulnerabilidade;

  • Sessão com Acessibilidade - Diversas sessões do festival com Libras e Audiodescrição;

  • Seminário - Conversas gratuitas sobre o universo do cinema;

  • Exibição - Mais de 130 filmes de todo o muno (Clássicos, Estreias Mundiais, Homenagens).

Passo a Passo do Apoio

01. Clique em "APOIAR"

02. Escolha: apoio via I.R. ou apoio direto

Via I.R. somente para quem opta pela Declaração Completa. Apoio direto é para quem é Isento ou faz Declaração Simplificada.

03. Escolha o valor

Disponibilizamos uma calculadora para apoio via I.R. Assim, você sabe o valor exato que poderá ter benefício fiscal posteriormente. Apoio Direto é o quanto você puder contribuir

04. Escolha a forma de pagamento: Boleto ou cartão

Em Janeiro enviamos o recibo para utilizar na declaração do I.R.

RECOMPENSAS

R$20,00+

Para apoios de R$20,00 ou mais tenha o nome no catálogo do festival 2020.


R$50,00+

Para apoios de R$50,00 ou mais ganhe um bóton exclusivo + nome no catálogo do festival 2020.


R$100,00+

Para apoios de R$100,00 ou mais ganhe um bóton exclusivo + caneca exclusiva + nome no catálogo do festival 2020 .


R$200,00+

Para apoios de R$200,00 ou mais ganhe um bóton exclusivo + caneca exclusiva + nome no catálogo do festival 2020 + Ecobag 2020 + Catálogo 2020.


Pode ser retirada nas empresas parceiras, assim como em junho de 2020 durante o festival.

Perguntas Frequentes

Quem pode apoiar via Imposto de Renda
Pela lei, pessoas físicas que fazem Declaração Completa do Imposto de Renda, podem destinar até 6% do imposto devido para projetos culturais. Essa regra vale tanto para quem tem impostos a pagar, quanto para aqueles que tem impostos a receber. A diferença é que quem tem impostos a pagar subtrai o valor apoiado, e quem tem imposto a receber acrescenta o valor apoiado na restituição. Pessoas jurídicas que Declaram Lucro Real também podem abater, entretanto o valor máximo é 4% do imposto. Caso sua empresa não faça Declaração do Lucro Real, existem outros impostos que podem ser destinados à cultura, o ISSQN por exemplo, pelas leis municipais e estaduais.
Não há nenhuma ligação entre apoiar projetos e cair na malha fina. O governo não irá punir você por apoiar um projeto. Quem cai na malha fina são aquelas pessoas que não fizeram a declaração de forma correta, omitiram alguma informação ou não informaram corretamente algum transação. O que você deve fazer é guardar o recibo de mecenato e o comprovante de depósito para caso um dia a Receita Federal vier questionar de maneira genérica, você tem como comprovar.
Você deve fazer Declaração Completa para ter direito a abater o apoio a projetos no Imposto de Renda. Mas se esse é seu caso e o apoio não foi abatido, a única explicação possível é que o ano em que você fez o apoio não corresponde com o ano do Imposto de Renda. Pela lei, os apoiadores só podem fazer o apoio até o último dia calendário do ano anterior, isso é até dia 30 de dezembro do ano passado, lembrando que todo último dia útil o Banco Central fecha as atividades bancárias para balanço. Dessa forma, certifique-se quando você realizou o apoio, se tiver sido neste ano você só poderá abater na declaração do ano que vem.
Ainda não recebi o Recibo de Mecenato, o que pode ter acontecido?
Geralmente, enviamos os Recibos de Mecenato no início do ano ou ao final da campanha de projetos incentivados. Uma forma que escolhemos para facilitar os depósitos identificados, organizar assinaturas dos Recibos e seus envios e não perturbar os apoiadores recorrentes. Caso você não tenha recebido, cerfifique-se qual e-mail você cadastrou e verifique na caixa de spam. Se mesmo assim não encontrar o recibo, entre em contato conosco para identificarmos o problema.
Recibo de Mecenato é o documento hábil que comprova o apoio à projetos incentivados e informa sobre dados básicos do proponente do projeto. Os recibos são feitos em três vias, uma delas é enviada ao Ministério da Cidadania e Cultura, outra é enviada ao proponente do projeto, e a última é enviada ao apoiador. Nos Recibos de Mecenato são informados o nome do produtor, seu CPF e o valor apoiado, informações solicitadas na declaração de Imposto de Renda. Saiba o passo a passo de como declarar o apoio aqui. Vale ressaltar que apenas o recibo não comprova o apoio, por isso, também enviamos o comprovante de depósito identificado na conta do projeto, para o MinC, o proponente e o apoiador. Esses documentos devem ser guardados por no mínimo 5 anos. Você também pode acompanhar os apoios depositados na conta do projeto na página do Novo Salic do projeto. A Evoé, cuida do preenchimento dos Recibos de Mecenato e do envio ao MinC e aos apoiadores. Os proponentes tem o trabalho apenas de assinar os recibos.
Acesse o link https://www.slideshare.net/evoecultural/saiba-como-declarar-seu-apoio-a-cultura-no-imposto-de-renda-73182961 e veja o passo a passo.

Olhar de Cinema

Conheça todos os benefícios de transformar seu imposto em cultura.

Receba material gratuito de todos os benefícios de utilizar seu imposto devido para apoiar a cultura.

Cadastre-se

Qual é o seu nome?

Seu e-mail:

Dúvidas?
info@olhardecinema.com.br

Mande mensagem no whatsapp
(41) 99513.2230